Ebola deixa mais de 16.000 órfãos na Guiné, Libéria e Serra Leoa

Havana, 6 de fevereiro (RHC).- O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, indicou que mais de 16.000 crianças na Guiné, Libéria e Serra Leoa ficaram órfãs por causa da epidemia de ebola. O vírus matou um ou os dois pais, ou a pessoa que as cuidava.

A maioria dos órfãos estão registrados na Serra Leoa, e poucos recebem hoje apoio financeiro ou psicológico. Segundo dados da OMS, Organização Mundial da Saúde, mais de 22.000 pessoas foram contagiadas pelo ebola na África Ocidental, e delas 9.000 morreram.

 

Editado por Juan Leandro



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up