Conclui programa emergencial de poupança de energia elétrica na Venezuela

Havana, 4 de julho (RHC).- Nesta segunda-feira concluiu o plano emergencial adotado há três meses para poupar energia na Venezuela e reduzir os efeitos da forte seca que esvaziou os reservatórios de água associados a usinas hidrelétricas.

O problema maior esteve na “Simón Bolívar”, que em condições normais fornece 60% da energia consumida no país. A falta de chuvas foi atribuída ao fenômeno de El Niño. O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, chamou a continuar adotando uma mentalidade de poupança de eletricidade nos setores residencial e estatal.

Por sua vez, a chanceler Delcy Rodríguez recebeu em Caracas o secretário de Estado de Portugal, Jorge Oliveira. Ambos conversaram sobre a colaboração bilateral e o potencial de investimento na Venezuela, dentro do programa de diversificação da economia nacional.

Editado por Yusvel Ibáñes Salas



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up