Cuba e EUA acertam passo importante para a normalização das relações migratórias afirma Josefina Vidal

Havana, 13 de janeiro (RHC).- “Hoje 12 de janeiro, os governos de Cuba e os Estados Unidos subscrevemos um novo acordo migratório que entrou em vigor nesta  tarde. Este acordo, que se denomina Declaração Conjunta, reitera o interesse de ambas as nações de normalizar as relações”, assegurou ontem à noite Josefina Vidal Ferreiro, Diretora Geral para Estados Unidos do Ministério das Relações Exteriores de Cuba, no Centro de Imprensa Internacional de Havana.
“O acordo reconhece a necessidade de facilitar a migração regular em benefício dos dois países, de prevenir a migração irregular e impedir as saídas difìceis que põem em perigo a vida humana e de lutar contra os atos de violência associados a estes fenômenos”, frisou a diplomata.
Vidal assinalou que a partir desta quinta-feira se iguala a Cuba e aos cubanos, em termos migratórios, com o restante do mundo. “Esta política implicava um trato diferencial que criava sérios problemas para a segurança nacional de ambos os países, mas também para a segurança dos cidadãos cubanos, expostos ao tráfico e a trata de pessoas”, manifestou Vidal em coletiva de imprensa.
A diplomata afirmou que este é um passo importante que responde ao interesse nacional de Cuba, mas também dos Estados Unidos”, a ambos os países lhe deve interessar não recoar nos avanços já assinadoss.

 


 

 


 

Editado por Martha C. Moya



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up