191 países dizem NÃO ao bloqueio

Havana, 02 novembro (RHC).- A Assembleia Geral da ONU aprovou na quarta-feira a resolução sobre a Necessidade de pôr fim ao bloqueio econômico, comercial e financeiro dos Estados Unidos contra Cuba com 191 votos a favor e apenas dois contra (de Estados Unidos e Israel).

Pela 26a vez consecutiva desde 1992, a comunidade internacional exigiu na Assembleia Geral da ONU a cessação do bloqueio aplicado por Washington a esta Ilha há mais de meio século.

Antes da votação, a representante dos EUA na ONU, Nikki Haley, pronunciou discurso agressivo e retórico contra Cuba.

Afirmou que a Assembleia Geral das Nações Unidas era um teatro político para pronunciar-se sobre o bloqueio, mas o organismo internacional não tinha poder de levantá-lo.

A diplomata anunciou que os EUA votaria contra a Resolução por supostos princípios de democracia e direitos humanos.

Em resposta, o chanceler cubano Bruno Rodriguez reiterou que Cuba, apesar do bloqueio, não renunciará jamais a construir uma nação soberana, independente, socialista, democrática, próspera e sustentável.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up