Garantida a logística para o referendo constitucional de 24 de fevereiro em Cuba

Havana, 25 de janeiro (RHC).- Alina Balseiro, presidente da Comissão Eleitoral Nacional, afirmou que está garantida a logística para o referendo de 24 de fevereiro sobre o nova Constituição cubana, aprovada antes no Parlamento.

Disse que entre os mais de 420 mil cidadãos encarregados de levar adiante o processo há estudantes do ensino fundamental, que serão os responsáveis de custodiar as urnas durante a votação. Indicou que são mais de 25 mil os pontos habilitados para depositar o voto, e disse que já estão sendo impressas as cédulas. Em 17 de fevereiro será realizado um teste dinâmico da estrutura montada para o referendo popular.

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up