Presidente cubano tacha de criminosa a sabotagem contra o sistema elétrico da Venezuela

Havana, 9 de março (RHC).- O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, tachou de criminosa a sabotagem contra o sistema elétrico da Venezuela, ação que tenciona desestabilizar o país e derrubar o chefe de Estado constitucional Nicolás Maduro.

No Twitter, Díaz-Canel apontou que a sabotagem constitui um ato terrorista encaminhado a dobrar a resistência do povo venezuelano e incentivar a intervenção militar. “Quanta perversidade imperial nessa criminosa, violatória e ingerencista forma de agir”, apontou o mandatário cubano.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up