Chanceler cubano conclui visita a Rússia

Havana, 28 de maio (RHC).- O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, concluiu visita oficial a Rússia, onde assinou acordo de colaboração interministerial e conversou com seu homólogo Serguei Lavrov. Sua próxima escala é a China.

Rodríguez chamou a impedir que os EUA voltem a impor a Doutrina Monroe de dominação imperialista, que pertence a outras épocas. Disse que sua aplicação quase sempre esteve ligada ao uso da força militar. Reiterou o apoio de Cuba ao presidente constitucional da Venezuela, Nicolás Maduro e frisou que toda iniciativa de diálogo com a oposição deve estar baseada na igualdade soberana e no respeito aos princípios do direito internacional.

O chanceler cubano referiu-se à decisão do governo dos EUA de permitir a abertura de processos legais contra empresas estrangeiras relacionadas com propriedades nacionalizadas em Cuba após a vitória da Revolução. “Isso supõe um passo a mais na aplicação agressiva das leis norte-americanas contra terceiros países, o que constitui uma violação grossa do direito internacional e da soberania de todos os Estados”, apontou Bruno Rodríguez em coletiva de imprensa em Moscou.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up