Cuba reitera apoio à Venezuela ante novas sanções dos EUA

Havana, 5 de julho (RHC).- O presidente Miguel Díaz-Canel reiterou que Cuba manterá seus laços firmes com a Venezuela apesar das novas sanções aplicadas pelo governo norte-americano a empresas cubanas que participam do comércio bilateral.

No Twitter, Díaz-Canel garantiu que o país não vai ceder às pressões dos EUA, e disse que essas medidas violam o direito internacional.

Ontem, a chancelaria cubana reiterou que o bloqueio norte-americano é o principal empecilho para o desenvolvimento do país. “O cerco criminoso é qualificado internacionalmente como o sistema de sanções unilaterais mais injusto, severo e prolongado que tenha sido aplicado contra um país”, adverte nota veiculada na conta do ministério das Relações Exteriores no Twitter.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up