Presidente cubano saúda China pelos 70 anos de fundação

Havana, 1º de outubro (RHC).- O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, saudou a China pelos 70 anos de sua fundação como República Popular.

No Twitter, compartilhou matéria publicada no diário “Granma”, editado em Havana, na qual se destaca que o acontecimento mudou a história da nação asiática e do mundo. O texto indica que sob a direção do Partido Comunista, construiu-se na China um socialismo com características próprias.

O jornal, órgão oficial do PC cubano, lembra que na década de 1950 a China fabricou seus primeiros tratores e caminhões, e logo surgiram as zonas industriais. Hoje, é a segunda economia mundial.

Em Havana, o mandatário participou de uma reunião com dirigentes e integrantes da UNEAC – União Nacional de Escritores e Artistas de Cuba, e reiterou que é preciso promover os princípios da política cultural da Revolução.

Díaz-Canel frisou que a partir da vontade política do Estado e do compromisso da vanguarda intelectual e artística agrupada nessa organização é possível resolver os problemas e avançar rumo a um maior impacto na vida cultural do país.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up