Logo Radio Habana Cuba

Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

Presidente cubano chama à unidade do Movimento Não Alinhado

Havana, 25 de outubro (RHC).- O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, chamou à unidade do Movimento de Países Não Alinhados e à solução dos conflitos através do diálogo, e denunciou o endurecimento do bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos EUA a esta Ilha desde o começo da década de 1960.

“Não pela guerra, Sim pela paz, Não por hegemonismos, Sim pelo multilateralismo, Não pela ingerência, Sim pela soberania”, apontou Díaz-Canel ao falar na 18ª Cúpula do bloco de 120 nações, em curso em Baku, Azerbaijão. E exortou a enfrentar a exclusão, o ódio e o controle do mundo pelos poderosos, defendendo a solidariedade, a liberdade e a democratização da ONU e das relações internacionais. “Eles têm a força das armas, nós a força dos povos”, frisou.

“Só a unidade poderá nos salvar”, indicou o mandatário cubano, e disse que os Não Alinhados não podem ficar indiferentes ante as reivindicações justas dos países do Sul, a politização dos direitos humanos e o desrespeito ao direito dos povos de decidirem seu sistema político, socioeconômico e cultural. Sublinhou que é preciso respaldar os governos da Venezuela, Nicarágua e Bolívia, alvos da política agressiva dos EUA, e também a Síria, Irã e Coreia Democrática.

Em seu discurso na Cúpula, agradeceu o apoio do Movimento Não Alinhado à luta dos cubanos pelo fim do bloqueio norte-americano, que se intensifica a cada dia que passa. Essa política criminosa é o principal empecilho ao desenvolvimento de Cuba, e viola o direito internacional e o livre comércio, reiterou Díaz-Canel.

“Como os piratas de outras épocas, o governo atual dos EUA estendeu sua política de cerco até o mar, perseguindo e punindo com sanha empresas, embarcações e companhias de navegação que participem do transporte de combustível a Cuba”, destacou.

“Não cederemos ante as ameaças e pressões, e não renunciaremos ao empenho de avançar no nosso projeto de construção de uma nação próspera e sustentável. Mais próspera e mais sustentável quanto mais livre, independente, socialista e soberana”, sublinhou o presidente cubano ao falar na Cúpula do Movimento de Países Não Alinhados, nesta sexta-feira.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

8275282

  • maxima: 19729
  • yesterday: 5174
  • today: 4451
  • online: 182
  • total: 8275282