Chanceler cubano reitera ausência de fraude nas eleições do ano passado na Bolívia

Havana, 3 de março (RHC).- O ministro cubano das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez, reiterou a ausência de fraude nas eleições do ano passado na Bolívia, referindo-se à investigação feita pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts, dos EUA, sobre a votação.

No Twitter, apontou que as estatísticas e os resultados da pesquisa demonstram a vitória do então presidente Evo Morales, e confirmam a cumplicidade e responsabilidade da OEA – Organização de Estados Americanos na manobra que levou ao golpe de Estado que o derrubou. A investigação do Laboratório de Ciência e Dados Eleitorais do MIT questiona as acusações da organização regional.

Na Argentina, o ex-presidente boliviano Evo Morales também se referiu ao resultado da investigação. Disse que além dos observadores, deveria ser designada uma missão integrada por organizações e personalidades para acompanhar a votação prevista para três de maio, quando será eleito o novo chefe de Estado.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up