Logo Radio Habana Cuba

Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

Rádio Havana Cuba transmite hoje programa sobre medidas contra a Covid-19 no país

Havana, 20 de março (RHC).- Rádio Havana Cuba transmite ao vivo hoje, às 19h (Hora Local), o programa de televisão “Mesa Redonda” que aborda as novas medidas a aplicar no país para enfrentar a Covid-19. Até quinta-feira eram 16 os casos confirmados pelas autoridades de saúde.

As ações foram definidas numa reunião encabeçada pelo presidente Miguel Díaz-Canel, que debateu o assunto através de videoconferência com a máxima direção nas províncias cubanas e no município especial Ilha da Juventude.

O propósito é fortalecer a vigilância epidemiológica, sobretudo dos viajantes procedentes do exterior. Também, medidas sanitárias encaminhadas a minimizar o risco de transmissão local. O pacote abrange o comércio, gastronomia, transporte, regulamentos trabalhistas, salários, seguridade social e questões tributárias, entre outros assuntos.

O Bureau Político do Partido Comunista de Cuba informou que modificou-se o calendário de atos e eventos nacionais deste ano para contribuir à luta contra a enfermidade. O objetivo é evitar atividades que envolvam um número grande de participantes. Por enquanto, as modificações abrangem até o mês de julho.

Ontem foram diagnosticados cinco novos casos do coronavírus em Cuba, quatro deles estrangeiros. O outro é uma cidadã cubana que trabalhava num cruzeiro e voltou ao país procedente da Itália. No total, são 16 positivos no território nacional. Informou-se que 523 pessoas estão sob vigilância epidemiológica, delas 159 estrangeiros.

Outras notícias indicam que o medicamento cubano interferon alfa2B recombinante humano, usado no tratamento dos pacientes do coronavírus, poderia ser produzido em breve na Nicarágua. Roberto López, presidente executivo do Instituto Nicaraguense de Seguridade Social, percorreu as instalações da fábrica de vacinas Mechnikov, em Manágua, junto com Marta Ayala, vice-diretora do Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia de Cuba.

Ambos consideraram viável a iniciativa, no marco dos esforços para conter e controlar a pandemia. O processo estaria sob a orientação do grupo empresarial BioCubaFarma.

Na Colômbia, organizações sociais, políticas e personalidades pediram ao presidente Ivan Duque estudar a possibilidade de adquirir de Cuba o interferon alfa2B, com vistas a incorporá-lo à terapia dos contagiados com o novo coronavírus. A carta enviada a Duque tem mais de 2.000 assinaturas e se refere ao uso efetivo do produto na China e noutros países.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

7606054

  • maxima: 19729
  • yesterday: 7035
  • today: 6072
  • online: 170
  • total: 7606054