Central de Trabalhadores de Cuba destaca apoio sindical internacional à Revolução cubana

Havana, 23 de abril (RHC).- O secretário-geral da CTC – Central de Trabalhadores de Cuba, Ulises Guilarte, destacou o apoio sindical internacional à Revolução cubana.

“A resposta tem sido ampla, multifatorial, e sobretudo de uma dimensão de máximo agradecimento ao que esta Ilha fez nestes 60 anos em matéria de solidariedade”, declarou à agência noticiosa Prensa Latina.

Guilarte referiu-se às mostras de respaldo de centrais sindicais da Itália, Espanha, Venezuela, China, África do Sul e outras nações, que entre outros aspectos reconhecem o trabalho humanista e altruísta do contingente internacionalista “Henry Reeve”, criado pelo líder histórico da Revolução, Fidel Castro. Ressaltou, também, a rejeição ao bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos EUA a Cuba há quase 60 anos, endurecido pelo presidente Donald Trump.

Nesse ponto coincidiu Christiane Tonnar, presidente da Associação de Solidariedade Luxemburgo-Cuba. Disse que o cerco significa, nestes tempos de pandemia, um crime contra a humanidade, porque se trata de uma política de guerra encaminhada a expor a população civil à doença e à morte. Ressaltou que, com essa medida, Washington não conseguiu vencer a resistência dos cubanos. A Associação de Solidariedade Luxemburgo-Cuba surgiu em 1994. Acaba de fazer uma campanha de arrecadação de fundos para apoiar o trabalho do Instituto de Medicina Tropical “Pedro Kouri”, de Havana, que está na linha de frente do combate à Covid-19 no país.

Tonnar sublinhou que as dificuldades que tem Cuba para adquirir no exterior respiradores para os pacientes mostram o caráter desumano do bloqueio imposto pelos EUA.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up