Autoridades cubanas exortam a manter rigor nas medidas tomadas contra a Covid-19

Havana, 21 de maio (RHC).- As autoridades cubanas exortaram a manter o rigor na aplicação das medidas tomadas para conter a propagação da Covid-19 no país apesar do resultado favorável nos últimos dias.

Na reunião diária para conferir a situação epidemiológica e outras questões prioritárias, dirigida pelo presidente Miguel Díaz-Canel e o premiê Manuel Marrero, ressaltou-se a necessidade de não relaxar na luta contra o novo coronavírus para evitar um recuo.

O ministro da Saúde Pública, José Angel Portal, disse que este não é o momento para o excesso de confiança gerado pela redução do número de casos diagnosticados e a elevação dos recuperados da doença. Destacou que várias províncias se mantêm sem novos contágios, e outras sem pacientes positivos internados. A incidência é maior agora em Havana, a capital, e Matanzas.

O presidente Díaz-Canel referiu-se ao processo de volta à normalidade em Cuba. “A passagem à etapa de recuperação deve ser de maneira progressiva e por fases, sem afobação”, apontou. Disse que o comportamento da pandemia em cada território do país será determinante na hora de tomar as decisões a respeito em cada localidade.

Nesta quinta-feira, o doutor Francisco Durán, diretor nacional de Epidemiologia do ministério de Saúde Pública, informou de mais um óbito pela Covid-19, sendo 80 os falecidos desde que foi detectado o primeiro caso.

Ontem foram diagnosticados no país oito positivos. Dos 1.908 contagiados, 1.603 já receberam alta hospitalar. Há cinco internados em Unidades de Terapia Intensiva, um deles em estado crítico.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up