Quase 4.000 cubanos varados no exterior pela pandemia já voltaram ao país

Havana, 17 de junho (RHC).- O ministro das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez, informou da volta de quase 4.000 cubanos que estavam varados noutros países por causa da pandemia, e ressaltou a solidariedade e profissionalismo com que se trabalha para resolver a situação dos que ainda não conseguiram retornar.

Entre as primeiras medidas tomadas por muitos governos para evitar o contágio estiveram o fechamento das fronteiras e a interrupção dos voos internacionais.

No Twitter, Rodríguez disse que os consulados continuam dando apoio e fazendo gestões nesse rumo. Na lista de países que coordenaram as operações com Cuba estão a Rússia, Alemanha, Equador, Espanha, EUA, México e Peru, entre outros. Todos os que voltam são internados imediatamente em centros de isolamento, onde ficam durante duas semanas sob observação médica para descartar a presença do Sars-Cov2.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up