Cuba afirma que pandemia acirrou desigualdades geradas pelo neoliberalismo

Havana, 23 de julho (RHC).- O ministro cubano das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez, afirmou que a pandemia agravou as desigualdades geradas pelo neoliberalismo no mundo, e denunciou que enquanto se gastam quase 619 bilhões de dólares em publicidade, 370 milhões de crianças perderam sua refeição escolar gratuita por causa da Covid-19.

“A pandemia exacerba as desigualdades num mundo infectado pelo vírus do neoliberalismo”, postou Rodríguez no Twitter.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up