Embaixador da União Europeia elogia cooperação médica cubana contra a Covid-19 noutros países

Havana, 30 de julho (RHC).- O embaixador da União Europeia em Havana, Alberto Navarro, elogiou a colaboração médica cubana noutros países no enfrentamento à Covid-19.

“É a primeira vez que o bloco regional recebe colaboradores desta Ilha. Ocorreu na Itália e em territórios de além-mar como Montserrat e as Ilhas Turcas e Caicos, entre outros”, indicou o diplomata em entrevista concedida ao site Cubadebate.

“Quando passar a pandemia, uma das marcas que ficarão é este exemplo de solidariedade que está dando Cuba”, apontou Navarro.

Acenou para a possibilidade de um trabalho conjunto entre esta nação e a União Europeia na luta contra o Sars-Cov2, levando em conta as grandes fortalezas de ambas as partes no setor da saúde, e revelou que a entidade regional está pensando criar na África uma faculdade semelhante à ELAM – Escola Latino-americana de Medicina, que funciona em Cuba há muitos anos para formar jovens de nações com poucos recursos.

O embaixador da União Europeia referiu-se às medidas anunciadas pelo governo cubano para reaquecer a economia ante a crise global, em meio ao endurecimento do cerco econômico norte-americano, e disse que o bloco está reorientando seus programas de cooperação com esta Ilha para respaldar esse esforço, principalmente quanto à agricultura sustentável e à saúde.

Também, a colaboração científica na biofarmacêutica, cultura, intercâmbio acadêmico e outras esferas.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up