Presidente cubano envia condolências ao Líbano

Havana, 5 de agosto (RHC).- O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, enviou mensagem de condolências a seu homólogo libanês, Michel Aoun, pelas dezenas de mortos e milhares de feridos ocasionados pelas explosões na zona portuária de Beirute.

“Em nome do povo e governo de Cuba peço-lhe que faça extensivas nossas condolências a todos os libaneses”, apontou Díaz-Canel.

O chanceler Bruno Rodríguez se expressou em termos semelhantes. “Sentidas condolências ao povo e governo do Líbano ante a perda de vidas humanas e numerosos feridos que deixou a explosão no porto de Beirute”, postou no Twitter.

A Cruz Vermelha libanesa informou de mais de 100 mortos e mais de 4.000 feridos. “Nossas equipes estão engajadas nas operações de busca e resgate nos arredores”, expressa o comunicado. Hoje começou o luto oficial decretado pelo governo em homenagem às vítimas.

O Conselho Supremo de Defesa decretou Beirute como “zona de catástrofe” pela magnitude dos danos humanos e materiais. Os primeiros indícios apontam para a explosão de um depósito com cerca de 2.700 toneladas de nitrato de amônio, que estavam estocadas ali desde 2014.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up