Presidente cubano chama a focar com agilidade e rigor cada caso da Covid-19 no país

Havana, 3 de setembro (RHC).- O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, chamou a abordar com agilidade e rigor cada caso da Covid-19 no país, e analisar profundamente o que ocorre diariamente nesse aspecto.

“Temos de aprofundar o trabalho, e isso tem de partir de uma análise caso por caso”, indicou na reunião diária sobre o comportamento da pandemia e as medidas aplicadas para conter a propagação do Sars-Cov2.

“Os protocolos com os vulneráveis têm de ser levados ao extremo”, apontou ao ressaltar a importância de evitar o agravamento dos pacientes aplicando de maneira precoce os protocolos estabelecidos com vistas a elevar a imunidade dessas pessoas.

Também destacou que é preciso acelerar ao processo dos testes PCR para detectar o mais rapidamente possível os casos positivos e tomar as medidas correspondentes, inclusive o isolamento dos contatos.

“A eficiência nesta batalha será alcançada à medida que o povo participe como protagonista, em conjunto com o sistema institucional e todo o sistema de saúde”, sublinhou o mandatário cubano. Reiterou que o isolamento social é a ação principal para barrar o contágio, e abordou aspectos das restrições impostas em Havana, a capital, onde o Sars-Cov2 vem tendo maior incidência nas últimas semanas.

Hoje, o doutor Francisco Durán, diretor nacional de Epidemiologia do ministério da Saúde Pública, informou que nas últimas 24h foram diagnosticados em Cuba 88 novos casos da enfermidade, deles 69 na capital, 14 em Artemisa e cinco em Ciego de Ávila.

Dos 4.214 confirmados desde que começou a pandemia, 58,5% não mostravam sintomas na hora de fazer o teste PCR. Ontem faleceram dois pacientes que estavam internados em UTIs. O total de óbitos desde março passado chegou a 100.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up