Destacam ampliação das medidas para conter o Sars-Cov2 em Cuba

Havana, 17 de setembro (RHC).- Na reunião diária para conferir o comportamento da Covid-19 em Cuba, encabeçada pelo presidente Miguel Díaz-Canel e o primeiro-ministro Manuel Marrero, destacou-se a ampliação das medidas encaminhadas a conter a propagação da doença.

As autoridades de saúde sugeriram intensificar a prevenção e controle dos focos em todo o território nacional, inclusive a suspensão do transporte interprovincial e aprimorar a vigilância epidemiológica nos bairros e comunidades.

O ministro da Saúde Pública, José Angel Portal, explicou a situação nos hospitais e centros de isolamento onde são internados os casos positivos, seus contatos e pessoas suspeitas de estarem contagiadas.

Informou que estão ativos 22 eventos no país, ou seja, zonas declaradas em quarentena total para cortar a transmissão. Deles, 14 são em Havana.

Nesta quinta-feira, o doutor Francisco Durán, diretor nacional de Epidemiologia, indicou que foram diagnosticados 57 novos casos da Covid-19 em Cuba, para um total de 4.933.

A província de Ciego de Ávila teve a maior incidência ontem, com 35 testes PCR positivos. Em Havana foram detectados 21, e outro em Sancti Spíritus. Não se registraram óbitos pela enfermidade.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up