Chanceler cubano destaca anti-imperialismo de Fidel Castro

Havana, 19 de outubro (RHC).- O ministro cubano das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez, destacou o pensamento anti-imperialista do líder histórico da Revolução, Fidel Castro, ao lembrar seu discurso na Cúpula do Movimento dos Países Não Alinhados realizada há 25 anos em Cartagena das Índias, na Colômbia.

Na ocasião, Fidel chamou a defender a soberania dos povos ante a globalização. “Não somos simples espectadores. Ninguém pode substituir nossa ação unida, ninguém tomará a palavra por nós.

Somente nós, e somente unidos, podemos rechaçar a injusta ordem política e econômica mundial que se pretende impor aos nossos povos”, indicou o líder cubano naquela reunião. “Se pretende impor a globalização aos nossos povos como camisa de força que nos impeça aplicar políticas nacionais diferentes à que determina o Norte”, apontou.

Em sua mensagem no Twitter, o chanceler Rodríguez ressaltou outra frase de Fidel na Cúpula dos Não Alinhados: “Unidos, somos uma força. Unidos, nossa voz não pode deixar de ser escutada. Unidos, tem de contar conosco”.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up