Presidente cubano dialoga com estudantes e professores da Universidade Tecnológica de Havana

Visita Díaz-Canel la Cujae y se reúne con estudiantes.

Havana, 7 de janeiro (RHC).- O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, conversou com estudantes e professores da CUJAE – Universidade Tecnológica de Havana.

Disse que as experiências desses jovens são semelhantes ao “real maravilhoso” arvorado pelo renomado escritor Alejo Carpentier, no qual os fatos parecem tão corriqueiros que não se percebe a grandeza do que se faz todos os dias.

No encontro, que decorreu no Complexo de Pesquisas Tecnológicas Integradas, abordou-se o apoio dos estudantes às tarefas de enfrentamento à pandemia e a outras, como a assistência às pessoas vulneráveis e o combate às indisciplinas sociais.

Ficou claro que as universidades podem contribuir muito a resolver os problemas e alcançar as metas traçadas no país quanto ao desenvolvimento econômico e social.

Díaz-Canel destacou a importância da inquietação revolucionária e da sensibilidade ante as dificuldades da população, de incomodar-se com o que não está certo e apoiar as transformações participando e dando ideias.

Ressaltou que 2020 foi um ano muito duro, porém de muita aprendizagem e de oportunidades para crescer e mostrar quão forte é a Revolução, e disse que os EUA agiram contra Cuba com uma crueldade extrema em meio à pandemia.

“Já temos uma enorme obra social, mas para termos justiça social é preciso contar com uma economia que possa sustentá-la. Esse é o combate deste ano”, frisou no diálogo com estudantes e professores da Universidade Tecnológica de Havana.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up