Presidente da Venezuela agradece ajuda cubana na formação de médicos

Havana, 9 de outubro (RHC).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, agradeceu a ajuda de Cuba na formação de médicos comunitários, e recordou que o programa bilateral começou em 2005 por inciativa do líder histórico da Revolução cubana, Fidel Castro, e o falecido chefe de Estado venezuelano, Hugo Chávez.

Maduro falou na cerimônia de graduação de novos profissionais da saúde, em Caracas. Ressaltou que na Venezuela trabalham hoje uns 30 mil médicos cubanos que contribuem, também, à formação de pessoal no setor. Isso espelha a tradição solidária deste país, apontou.

O presidente da Venezuela convocou a uma reunião dos países que integram a ALBA, Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América, diante da necessidade de coordenar procedimentos e protocolos de ação para evitar a entrada do vírus do ebola na região e ajudar os países africanos afetados pela doença. Chamou a reconhecer a postura de Cuba, que já enviou brigadas médicas a Serra Leoa e Libéria para combater o ebola.

Editado por Juan Leandro



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up