Ex-diplomata cubano Sánchez Parodi afirma que processo de normalização dos laços com os EUA será longo

Havana, 10 de agosto (RHC).- O ex-diplomata cubano Ramón Sánchez Parodi, que chefiou o outrora Escritório de Interesses deste país em Washington de 1977 a 89, lembrou que muitos norte-americanos sempre apoiaram uma mudança na política agressiva dos EUA contra Cuba. Disse que o recente reatamento dos laços diplomáticos foi possível pela resistência do povo cubano ao longo de mais de cinco décadas.

“O caminho é longo, difícil, mas acredito que este processo iniciado em dezembro, e talvez antes, seja irreversível”, indicou Parodi. E disse que a política cubana a respeito dos EUA sempre foi a de estabelecer uma relação normal baseada no respeito à soberania e independência.

 

Editado por Juan Leandro



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up