Cuba e EUA assinam memorando sobre voos regulares diretos

Havana, 16 de fevereiro (RHC).- Cuba e EUA assinaram, nesta terça-feira em Havana, um memorando de entendimento para restabelecer os voos regulares diretos entre os dois países. Pela primeira vez em mais de 50 anos serão autorizadas operações comerciais desse tipo das companhias aéreas norte-americanas na rota bilateral.

O documento foi firmado pelo secretário de Transporte dos EUA, Anthony Foxx, e seu homólogo cubano, Adel Izquierdo, além do secretário adjunto para Assuntos Econômicos e Negócios do Departamento de Estado norte-americano, Charles Rivkin, e o presidente do Instituto de Aeronáutica Civil de Cuba, Alfredo Cordero.

Prevê um máximo de 110 voos diários entre os EUA e Cuba, deles 20 com destino a Havana, a capital cubana. Hoje, as companhias operam na categoria charter. Serão colocados em prática os procedimentos técnicos e de segurança requeridos pela Administração Federal de Aviação dos EUA.

Editado por Yusvel Ibáñes Salas



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up