Declaração dos jovens cubanos pela visita de Barack Obama

Havana, 17 de março (RHC).- Os estudantes e jovens cubanos emitiram uma declaração, publicada no diário “Juventud Rebelde”, na qual respaldam o editorial divulgado em nove de março no jornal “Granma” fixando a posição de Cuba em torno da visita do presidente dos EUA, Barack Obama.

O mandatário chegará a Havana neste domingo. “Somos filhos de uma história de resistência e combate que nos enche de orgulho e nos dota da força necessária para assumir as responsabilidades e desafios atuais, sem abrir mão dos princípios e valores que guiaram as gerações que nos antecederam, forjados no legado ético, humanista e antiimperialista de Martí, o espírito rebelde de Fidel e o heroísmo do povo cubano”, indica o texto.

Recorda os avanços do país na educação e saúde, e destaca a representação juvenil na Assembleia Nacional. Aponta que os jovens cubanos receberão Obama, como parte do povo independente e soberano, com consideração e respeito.

A declaração publicada no diário “Juventud Rebelde” afirma que o presidente norte-americano encontrará em Cuba uma geração que despreza o ódio, o racismo, as drogas, a violência e o individualismo, uma geração respeitosa porém firme que soube resistir longos anos de bloqueio desumano que pretende dobrar e destruir os sonhos de milhões de cubanos que nasceram sob o peso dessa política injusta, que tem tido um impacto negativo no desenvolvimento físico e intelectual das crianças e jovens.

 

Editado por Yusvel Ibáñes Salas



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up