Mortalidade infantil em 2018 em Cuba foi de quatro para cada mil nascidos vivos

Havana, 2 de janeiro (RHC).- A mortalidade infantil em 2018 em Cuba foi de quatro para cada mil nascidos vivos, alcançando pela segunda vez o índice mais baixo de sua história.

O jornal “Granma”, editado em Havana, sublinhou que não se chega a esse indicador por inércia ou por acaso, e sim pela vontade firme de priorizar o acesso universal à saúde e o desenvolvimento inclusivo e humano. É uma expressão do esforço, o afinco e o desvelo de milhares de profissionais do setor no país, aponta a matéria.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up