OMS adverte que 20 milhões de crianças não recebem ao nascer as vacinas essenciais

Havana, 16 de julho (RHC).- A OMS – Organização Mundial da Saúde advertiu que 20 milhões de crianças por ano não recebem ao nascer as vacinas essenciais ou têm apenas uma imunização parcial.

Relatório sobre a cobertura global da vacinação, elaborado em conjunto com o UNICEF – Fundo das Nações Unidas para a Infância, mostra que o nível de imunização em escala mundial está se estagnando, especialmente nos países pobres ou com áreas de conflito.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adjanom Gebreyesus, destacou que as vacinas são uma das ferramentas mais importantes para a prevenção dos surtos de doenças e para manter o mundo a salvo.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up