China envia mais médicos a Hubei para debelar surto de coronavírus

Havana, 28 de janeiro (RHC).- O governo chinês enviou quase 6.000 médicos à província de Hubei para ajudar os que já estão enfrentando lá o surto do novo coronavírus. Já são 4.515 contagiados. Deles, 106 morreram, e 563 se encontram em estado grave.

Na província de Hubei está Wuhan, cidade epicentro do surto. Nos domingo passado, os especialistas chineses que investigam o novo coronavírus revelaram que o período de incubação é de duas semanas, e que pode ser contagioso mesmo antes de aparecerem os sintomas, fato que dificulta o controle da doença.

Nesta terça-feira o governo chinês ampliou o leque de medidas tomadas para tentar conter a propagação. Entre elas, protelar o começo das aulas em todos os níveis de ensino.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up