China acerta cooperação com sudeste asiático na luta contra o Covid-2019

Havana, 20 de fevereiro (RHC).- A China e a ASEAN – Associação de Nações do Sudeste Asiático acertaram colaborar no enfrentamento ao surto do coronavírus Covid-2019, declarou Wang Yi, ministro chinês das Relações Exteriores.

Ele participou da reunião ministerial especial entre ambas as partes realizada no Vietnã para abordar a questão. “Os vírus não respeitam fronteiras, são inimigos comuns da humanidade”, afirmou Wang Yi, e chamou a trabalhar juntos para evitar a propagação da doença e proteger a saúde dos povos da região e do mundo.

Da ASEAN, fundada em 1967, pertencem Brunei, Camboja, Indonésia, Laos, Malásia e Myanmar, além das Filipinas, Cingapura, Tailândia e Vietnã.

No Japão, as autoridades confirmaram a morte dois idosos que estavam a bordo do cruzeiro Diamond Princess, onde até agora se contagiaram 634 pessoas. A embarcação é o maior foco do Covid-2019 fora da China. Esteve isolada em quarentena umas duas semanas, porém, ante a ineficácia da medida já estão sendo desembarcados passageiros e tripulantes.

Nesse contexto, a China informou que enviou ao Japão um lote de reagentes para o diagnóstico do novo coronavírus, e ofereceu maior colaboração de acordo com suas possibilidades. Também foi ampliada a comunicação bilateral sobre as maneiras de enfrentar o surto.

A OPS – Organização Pan-americana da Saúde indicou que os países da região estão fortalecendo as medidas para detectar casos do coronavírus e dar uma resposta rápida. A entidade disse que até agora foram confirmadas 23 pessoas contagiadas nas Américas, delas 15 nos EUA e oito no Canadá.

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up