Revista “Science” divulga estudo sobre sequelas da Covid-19 no coração

Havana, 25 de setembro (RHC).- A prestigiosa revista “Science” publicou matéria sobre as sequelas da Covid-19 no coração dos contagiados, inclusive em pessoas assintomáticas. Entre elas menciona miocardite (inflamação do órgão), necrose celular semelhante a ocasionada por um ataque cardíaco, e arritmia aguda ou prolongada.

“Todas as complicações às vezes são as únicas características da apresentação clínica da doença”, aponta o texto, baseado em estudos de células tronco e necropsias. O Sars-Cov2 entra nas células endoteliais encarregadas de revestir os vasos sanguíneos do coração e outros do sistema.

Também foi detectada uma tendência à coagulação tanto nos grandes vasos quanto nos micros. O problema atinge um de cada cinco pacientes, e mais da metade dos que já tinham afetações prévias ao contágio.

Por sua vez, o presidente da farmacêutica chinesa Sinovac, Yin Weidong, afirmou que a vacina fabricada por essa companhia contra o coronavírus poderia ser administrada à população de forma massiva no começo do ano que vem. Disse que seus laboratórios poderiam fabricar 300 milhões de doses da Coronavac por ano.

Weidong garantiu que o produto é capaz de combater todas as cepas do Sars-Cov2 que circulam hoje no mundo. O produto está sendo submetido a ensaios em humanos no Brasil, Turquia, Bangladesh e Indonésia. “É melhor fazer os testes no exterior porque na China a pandemia está praticamente sob controle, e seria difícil provar sua efetividade aqui”, declarou o presidente da Sinovac.

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up