Platini diz que o futebol pode ser modelo na luta contra o racismo

Editado por Juan Leandro
2013-10-08 17:25:33

Pinterest
Telegram
Linkedin
WhatsApp
Havana, 8 de outubro (RHC).- O presidente da UEFA, União Europeia de Futebol, Michel Platini, disse que em algumas partes desse continente há “problemas de racismo”, e afirmou que esse esporte pode ser modelo na luta contra esse flagelo.
 
Ao falar num debate em Genebra, convocado pelo Alto Comissário da ONU para os Direitos Humanos, Platini sublinhou que os incidentes nos estádios são apenas a “ponta do iceberg” do que ocorre na sociedade global. “O futebol teve a coragem de enfrentar o desafio”, apontou.
 
“A UEFA age e está disposta a erradicar esse mal”, indicou Platini ao se referir às últimas sanções aplicadas a clubes importantes, como o AC Milan e o Dinamo Zagreb, que tiveram de jogar partidas a portas fechadas ou com as arquibancadas parcialmente vazias.


Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up