CEPAL alerta para maior contração econômica da história na América Latina

Havana, 22 de abril (RHC).- A CEPAL – Comissão Econômica para América Latina e Caribe alertou que a pandemia poderia gerar a maior contração da economia na história da região, e estima que em 2020 o índice será de -5,3%.

Os dados aparecem no relatório intitulado “Dimensionar os efeitos da Covid-19 para pensar no reaquecimento”, apresentado pela diretora executiva desse organismo da ONU, Alicia Bárcena.

O documento indica que antes da pandemia a região mostrava quase sete anos de baixo crescimento do PIB – Produto Interno Bruto, com uma média de 0,4% de 2014 a 2019, e aponta que a crise neste ano poderia ser maior que a chamada Grande Depressão da década de 1930.

Menciona entre as causas a queda no comércio internacional, a redução nos preços das matérias primas e um menor volume das remessas financeiras provenientes do exterior.

Também, a menor procura de serviços turísticos e a deterioração global das condições financeiras. Bárcena se referiu ao forte aumento do desemprego, com efeitos negativos na pobreza e na desigualdade.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up