Rússia rejeita ameaças dos EUA a quem facilitar envio de combustível iraniano à Venezuela

Havana, 5 de junho (RHC).- A Rússia tachou de inaceitáveis as ameaças dos EUA a governos e empresas que facilitarem o envio de combustível iraniano à Venezuela, países alvos de fortes sanções impostas unilateralmente por Washington.

“As advertências lançadas pela administração estadunidense aos governos do mundo todo sobre qualquer colaboração no fornecimento de petróleo do Irã à Venezuela ultrapassam os limites aceitáveis”, declarou Maria Zajarova, porta-voz da Chancelaria.

E condenou a decisão do Departamento do Tesouro dos EUA de punir quatro companhias de navegação que transportaram combustível à nação sul-americana este ano.

Zajarova tachou de ilegítimas, cínicas e desumanas as medidas hostis de Washington que afetam o acesso da população venezuelana a medicamentos e outros insumos em meio à pandemia, e exigiu o fim desse tipo de ação que atenta contra um Estado soberano.

Sublinhou que a solução à crise política na Venezuela passa por um “diálogo inclusivo em nível nacional baseado em princípios democráticos e condizente com as leis desse país”.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up