Bolívia quer se tornar coração energético da América do Sul

Havana, 29 de fevereiro (RHC).- O ministro de Planejamento e Desenvolvimento da Bolívia, René Orellana, afirmou que o governo vai manter o programa de investimentos encaminhado a tornar o país o coração energético da América do Sul.

O plano prosseguirá apesar da queda dos preços do petróleo no mercado internacional, garantiu Orellana. Lembrou que o presidente Evo Morales teve a visão de apostar no desenvolvimento de várias fontes de energia como a do gás, a hidrelétrica, a fotovoltaica, a eólica, a geotérmica e o biogás.

O ministro boliviano falou que a construção de usinas hidrelétricas e o uso de fontes de energia renováveis permitirá alcançar essa meta regional.

Editado por Yusvel Ibáñes Salas



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up