Intelectuais de vários países destacam votação na ONU contra o bloqueio a Cuba

Editado por Martha C. Moya
2016-10-28 15:31:22

Pinterest
Telegram
Linkedin
WhatsApp

Havana, 28 de outubro (RHC).- Renomados intelectuais de vários países destacaram a aprovação na Assembleia Geral da ONU, na quarta-feira, de uma resolução contra o bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos EUA a Cuba, vigente desde o começo dos anos 60.

O teólogo brasileiro Frei Betto disse estar feliz com o resultado da votação, e ressaltou a contradição que significa a postura do governo norte-americano, cujo presidente Barack Obama se manifesta contra essa medida unilateral porém continua aplicando-a.

Por sua vez, o reitor da Universidade Autônoma da Cidade de Carmen, no México, José Antonio Ruz, disse que o que aconteceu na Assembleia Geral constitui uma mensagem política, embora não resolva a questão.

Nesse contexto, James Cockcroft, da Coordenadora Internacional Em Defesa da Humanidade, indicou que a abstenção dos EUA e Israel mostra que ambos sabem que essa política é arbitrária e admitem o reconhecimento de Cuba pela comunidade internacional.

 



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
Reproduzindo agora
Portugués
A seguir
  • Nuestra América
  • De Cuba Son
  • Efemérides

Mais vistas

up