Presidente cubano afirma que Lei Helms – Burton atenta contra a paz

Havana, 10 de junho (RHC).- O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, afirmou que a lei norte-americana Helms – Burton atenta contra a paz, a solidariedade, a coexistência pacífica e a amizade. Seu título Três, ativado recentemente, amplia o caráter extraterritorial do bloqueio econômico, comercial e financeiro, vigente há quase seis décadas.

No Twitter, apontou que essa legislação tem o objetivo de neocolonizar e escravizar. Díaz-Canel referiu-se às novas restrições impostas por Washington que impedem a entrada do Cruzeiro pela Paz a portos cubanos. A embarcação deveria chegar a Havana no dia 13, porém, ao ser de propriedade norte-americana não poderá fazê-lo sob o risco de fortes punições.

O Cruzeiro pela Paz é auspiciado pela organização não governamental Peace Boat, com sede no Japão, que todos os anos percorre vários países para promover a convivência entre os povos e nações.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up