Cuba defende manter América Latina como Zona de Paz

Editado por Lorena Viñas Rodríguez
2020-09-08 12:58:46

Pinterest
Telegram
Linkedin
WhatsApp

Havana, 7 de setembro (RHC).- O ministro cubano das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez, reiterou que é preciso manter a América Latina como Zona de Paz, porque é a única maneira de enfrentar a Doutrina Monroe que os EUA tentam impor na região.

No Twitter, disse que a proclama assinada pelos chefes de Estado e de governo na Cúpula da CELAC – Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos realizada em janeiro de 2014 em Havana tem, entre suas essências, respeitar os princípios de soberania nacional, igualdade de direitos e livre determinação dos povos.

O documento chama a trabalhar em favor da solução pacífica dos litígios para desterrar para sempre o uso e a ameaça de uso da força.

E ratifica a responsabilidade dos Estados de não intervir, direta ou indiretamente, nos assuntos de outros, além de fomentar relações de amizade e cooperação acima das diferenças entre seus sistemas políticos, econômicos e sociais ou seus níveis de desenvolvimento.



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge

Mais vistas

up