Bloqueio norte-americano afeta programa cubano de vacinas antiCovid-19

Editado por Lorena Viñas Rodríguez
2021-06-15 15:22:05

Pinterest
Telegram
Linkedin
WhatsApp

Johana Tablada: Cuba reitera falsedades de EE.UU. sobre ataques sónicos/pl

Havana, 15 de junho (RHC).- O bloqueio econômico, comercial e financeiro a Cuba mantido pelos sucessivos governos norte-americanos há seis décadas afeta o programa cubano de vacinas antiCovid-19, denunciou Johana Tablada, subdiretora para os EUA no ministério das Relações Exteriores.

No Twitter, disse que o mandatário atual, Joe Biden, manteve as medidas coercitivas, inclusive as mais de 240 adicionadas por seu antecessor Donald Trump apesar da crise ocasionada pela pandemia.

Nesse contexto, os cientistas cubanos conceberam cinco candidatas vacinais contra o Sars-Cov2, duas delas já estão concluindo o processo de validação, a Soberana 02 e a Abdala. Ambas estão sendo utilizadas em intervenções sanitárias em grande escala em Havana e noutras localidades do país.

Aliás, ontem começou nesta capital a fase Um do ensaio clínico em pacientes pediátricos com a Soberana 02 e a Soberana Plus, após ser aprovado pelo Centro para o Controle Estatal de Medicamentos, Equipamentos e Dispositivos Médicos.

São incluídos 350 voluntários de três a 18 anos de idade, com a anuência de seus pais ou tutores.



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
A seguir
  • Francés
  • Portugués
  • Nuestra América

Mais vistas

up