Piedad Córdoba expressa solidariedade aos Cinco

Editado por Juan Leandro
2013-09-28 13:07:39

Pinterest
Telegram
Linkedin
WhatsApp

Havana, 28 de setembro (RHC).- A ativista da paz na Colômbia, Piedad Córdoba, reiterou sua solidariedade aos cinco cubanos presos nos EUA em 1998 e condenados a longas penas por lutarem contra o terrorismo.

Disse que a pena imposta em Miami foi a maneira que o governo norte-americano encontrou para castigar o povo de Cuba, que tomou a decisão de ser livre e democrático.

“Queremos ver a possibilidade de fazer disto uma grande causa justa”, apontou Córdoba após encontro com familiares dos Cinco e com René González, o único do grupo que já cumpriu sua pena e voltou a Cuba recentemente. Disse que é preciso divulgar o caso aos povos da América Latina e dos EUA, para que as autoridades norte-americanas soltem Ramón, Gerardo, Fernando e Antonio, confinados injustamente há 15 anos em cárceres dos EUA.

Eles foram detidos quando tratavam de monitorar as atividades de grupos terroristas anticubanos radicados na Flórida.

 



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up