Cientistas de três países descartam incidentes sônicos com diplomatas dos EUA em Cuba

Foto:PL.

Havana, 15 de agosto (RHC).- A prestigiosa revista da Associação Médica Estadunidense publicou cartas de 10 cientistas do Reino Unido, Alemanha e EUA que descartam os incidentes sônicos que supostamente afetaram diplomatas desse país em Havana. Indicaram que os estudos feitos não abordaram a possibilidade de histeria coletiva.

“Os surtos sicóticos massivos geralmente ocorrem em ambientes de alto estresse, e todos os envolvidos começam a mostrar sintomas físicos reais semelhantes”, coincidiram os autores das mensagens, especialistas em neurologia, neuropsiquiatria e neuropsicologia. Indicaram que na investigação feita sobre o assunto não foram levados em conta transtornos comuns ou explicações psicológicas.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up