Rússia pede na ONU não aplicar sanções de forma arbitrária

Havana, 4 de agosto (RHC).- O representante da Rússia na ONU, Vasily Nebenzya, chamou a não assumir de forma arbitrária as faculdades do Conselho de Segurança para aplicar sanções que prejudiquem pessoas inocentes.

O diplomata, que substituiu o falecido Vitaly Churkin, disse que essa interpretação das medidas só gera mais caos e sofrimento à população civil. Ele falou num debate sobre as vias para melhorar a efetividade das punições, que devem ser um instrumento para resolver crises políticas no mundo.

 

 

Editado por Maite González Martínez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up