Instituto Lula rejeita novas calúnias contra o ex-presidente brasileiro

Havana, 27 de novembro (RHC).- O Instituto Lula rechaçou a nova acusação contra o ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva no marco da Operação Lava-jato por presumível lavagem de dinheiro.

O processo foi aberto pela suposta influência sobre o chefe de Estado da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, em favor do grupo brasileiro ARG. O Instituto garantiu que as doações recebidas por essa fundação sem fins de lucro foram legais e não tiveram a ver com manobras desse tipo.

Os advogados de Lula, que cumpre pena de 12 anos de cadeia condenado sem provas concretas, afirmam que o ex-mandatário é vítima de uma verdadeira caçada judicial pelo ex-juiz Sérgio Moro, que usou indevidamente expedientes jurídicos para anular suas liberdades e direitos.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up