Governo mexicano cria mecanismo legal para esclarecer morte de estudantes de Ayotzinapa

Havana, 4 de dezembro (RHC).- O governo mexicano criou um mecanismo legal para esclarecer o caso dos 43 estudantes da Escola Normal de Ayotzinapa desaparecidos no estado de Guerrero sem que até hoje tenha sido confirmado seu paradeiro.

O presidente Andrés Manuel López Obrador estabeleceu por decreto uma comissão integrada por familiares dos jovens, seus advogados, representantes das secretarias de Governação, Relações Exteriores e Fazenda, legistas e outros especialistas.

López Obrador questionou a investigação feita pela Procuradoria Geral da República e chamou os membros da Comissão a trabalharem com rapidez para conhecer a verdade do que ocorreu e julgar os responsáveis.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up