Governo boliviano quer consolidar avanços sociais e econômicos

Havana, 8 de janeiro (RHC).- O governo da Bolívia almeja consolidar os avanços sociais e econômicos registrados nos 12 anos de gestão do presidente Evo Morales.

Em entrevista ao canal privado de televisão PAT, o vice-presidente Álvaro García disse que prosseguirão os planos de desenvolvimento econômico, político e social em favor do bem-estar da população. Externou sua preocupação com os projetos colocados pela oposição de direita no âmbito da economia, porque na sua opinião poderiam interromper o ritmo de crescimento dos últimos anos.

García mencionou a intenção dos opositores de eliminar os bônus concedidos pelo governo a vários segmentos da população e de elevar as tarifas dos serviços básicos para atrair o investimento estrangeiro. Isso – afirmou o vice-presidente – levaria a Bolívia à situação em que se encontram outras nações da América Latina, onde os governantes privam os jovens do emprego e afetam a economia e a indústria local.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up