Procuradora Geral do Brasil rejeita eventual anulação de pena imposta ao ex-presidente Lula

Havana, 22 de junho (RHC).- A Procuradora Geral do Brasil, Raquel Dodge, afirmou que é contra basear-se no escândalo em torno do ex-juiz Sergio Moro para anular a pena imposta ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por presumível corrupção.

Dodge enviou ao Supremo Tribunal Federal seu parecer em torno do pedido de derrogação da ação penal que levou à condenação de Lula. Justificou sua postura a partir da dúvida jurídica sobre o conteúdo e veracidade das mensagens reveladas pelo site The Intercept que revelam um conluio entre Moro e os promotores do processo.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up