Presidente da Venezuela propõe mesa permanente de diálogo com a oposição

Havana, 1º de agosto (RHC).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs estabelecer uma mesa de diálogo permanente do governo com a oposição.

Numa transmissão da rede estatal Venezolana de Televisión, Maduro confirmou o início de uma nova etapa de consultas entre ambas as partes em Barbados, em busca de resolver as diferenças e alcançar uma paz definitiva. O mandatário exortou outros segmentos do país a se somarem ao processo de diálogo que, na sua opinião, deve ter um caráter democrático, baseado no respeito e no cumprimento dos compromissos assumidos.

Por sua vez, em declarações à agência russa de notícias “Sputnik”, o vice-chanceler venezuelano Iván Gil elogiou a postura do governo dessa nação europeia de não assistir à próxima reunião do chamado Grupo de Lima, prevista para seis de agosto na capital peruana.

Indicou que essa decisão é condizente com a Carta da ONU e o direito internacional. Lembrou que a Rússia muitos outros países barraram os intentos desse grupo de forçar uma intervenção estrangeira na Venezuela.

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up