Presidente da Venezuela rechaça ingerência dos EUA em decisões do Parlamento

Havana, 20 de janeiro (RHC).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, rechaçou a ingerência dos EUA noas assuntos internos do país, e denunciou que Washington trata de tutelar as decisões da Assembleia Nacional, que se mantém em status de desacato.

Em entrevista concedida ao diário norte-americano “The Washington Post”, Maduro sublinhou que o governo dos EUA não deveria intervir em assuntos que são da incumbência exclusiva dos venezuelanos. Rejeitou também o relatório da USAID – Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional no qual essa entidade admite ter entregado mais de 460 milhões de dólares a segmentos da direita na Venezuela sob a cobertura de uma suposta ajuda humanitária.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up