Venezuela rechaça ingerência do chamado Grupo de Lima

Havana, 5 de janeiro (RHC).- A Venezuela rechaçou a ingerência dos países que integram o chamado Grupo de Lima, que após receberem orientações dos EUA decidiram incentivar um golpe de Estado nessa nação para derrubar o presidente Nicolás Maduro.

Em sua conta no Twitter, o chanceler Jorge Arreaza disse que essas pretensões intervencionistas são extravagantes, e sublinhou que até dirigentes da oposição venezuelana discordaram da proposta de modificar as fronteiras nacionais. Arreaza disse que essas ações violam os princípios de paz e as convenções internacionais.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up