Chefe de Estado da Venezuela pede julgar o opositor golpista Juan Guaidó

Havana, 24 de janeiro (RHC).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu abrir um processo judicial contra o opositor Juan Guaidó por chamar a uma intervenção militar estrangeira no país.

Em discurso na véspera da mobilização pelo aniversário 62 do movimento Rebelião Popular, Maduro lembrou que há um ano foi alvo de uma intentona golpista quando Guaidó se autoproclamou Presidente interino, e rechaçou as pretensões dos EUA de impor uma mudança de regime no país.

Na Rússia, a porta-voz da Chancelaria, Maria Zajarova, denunciou a intensificação do cerco imposto pelos EUA à Venezuela com a aplicação de novas sanções, e disse que ao mesmo tempo Washington anuncia manobras militares conjuntas com a Colômbia, país vizinho, gerando maior instabilidade na região.

Zajarova sublinhou que neste caso o governo norte-americano ultrapassa todos os limites de ações prejudiciais e desumanas, e reiterou que os métodos usados para isso contrariam o direito internacional.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up